Carregando

Buscar

Futebol

Presidente do América-MG acusa favorecimento da arbitragem ao Atlético-MG: “Não tem jeito”

Compartilhe

O presidente do América-MG, Marcus Salum, entende que o clube foi prejudicado no clássico da última quarta-feira (5), contra o Atlético-MG, pela semifinal do Campeonato Mineiro. Depois da partida, afirmou que a arbitragem se preocupa em agradar o Galo.

”Já enfrentei todo mundo, o Giuliano Bozano na Federação, mas não tem jeito. A preocupação em agradar o Atlético é grande demais. Enfrentamos um time com investimento igual do Atlético, três partidas enfrentando de igual pra igual. Empatamos a primeira, perdemos a segunda no Mineirão em um jogo duríssimo e hoje em uma partida a nossa feição, ele deixa de expulsar um jogador em um lance que não tem interpretação, aquilo é expulsão. Pega o Sandro Meira Ricci que já falou na televisão (que era pra expulsão) e ele é um cara que eu respeito”, protestou.

João Felix

No lance em questão, Ademir, atacante do América, estava indo em direção gol, sem nenhum jogador do Atlético entre ele e o goleiro. O zagueiro Junior Alonso, que estava um pouco atrás, o derrubou e recebeu cartão amarelo. Os americanos acreditam que era uma jogada para expulsão.

Em destaque