Carregando

Buscar

Futebol Stick

Marinho se posiciona após sofrer racismo por comentarista da rádio “Energia 97”: “Orgulho de ser preto”

Compartilhe

Na eliminação do Santos do Paulista, Marinho foi vítima de racismo por comentarista da rádio “Energia 97”. Durante a transmissão, Fabio Benedetti, conhecido como Chef Benedetti, chamou o jogador de “burro” e disse que ele está na senzala. Em suas redes sociais, o atacante santista rebateu a fala preconceituosa do jornalista e afirmou ter “orgulho de ser preto, e não vergonha”. 

“Eu te perdoo e perdoei por mensagem no Insta, porém o tom de deboche ao falar que tinha que ir para a senzala não pegou bem. Tenho orgulho da minha cor, orgulho de onde eu vim, você é pai e ensine teus filhos a ser diferentes de você em pensamento”, disse Marinho em um dos trechos da mensagem publicada no Instagram.

No intervalo da partida, após o atacante ser expulso, o comentarista foi questionado sobre o que diria ao santista em suposto grupo de Whatsapp do qual os dois fariam parte. Benedetti afirmou: “Eu vou falar assim: ‘Você é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que você fez.'”

Benedetti foi questionado no Twitter sobre sua postura e pediu desculpas pela fala. “Fui muito mal… Errei feio, usei uma palavra que nunca deveria, mesmo que sem intenção. Na mesma hora percebi que falei uma grande M, pedi desculpas, mas sei que foi ridículo.”

A rádio “Energia 97” se pronunciou e disse que o comentarista será punido. “Ele vai ser suspenso, só não sabemos ainda por quanto tempo”. Já o Santos disse que ainda não tinha uma posição oficial sobre o episódio

Tags

Em destaque