Carregando

Buscar

Futebol

Presidente do Bayern desaprova decisão da Uefa no ‘caso City’

Compartilhe

O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, desaprovou a decisão tomada pela Uefa em relação ao caso do Manchester City. A pena, inicialmente de dois anos, por conta do rompimento do Fair Play Financeiro, foi totalmente revertida pelo CAS (Corte Arbitral do Esporte) por “evidências conclusivas insuficientes”.

Há uma semana, o CAS liberou o clube inglês para competir normalmente em competições europeias após punição prévia de duas temporadas. Com isso, os comandados de Pep Guardiola disputarão o
principal torneio do continente mais uma vez em 2020-21.

Insatisfeito, Rummenigge apontou o trabalho da entidade como insatisfatório, que não investigou o caso a fundo. “O que ouvi de diferentes fontes é que não foi bem organizado”, confirmou o dirigente em declaração para o AP.

João Felix

Apesar das críticas, o alemão elogiou o time inglês por mais uma boa temporada, dessa vez, terminando em segundo colocado no Campeonato Inglês e ainda vivo na disputa pelo título inédito da Liga dos Campeões.

Karl tem uma boa relação com o clube, visto que os Citizens foram os sucessores de Pep Guardiola, ex-treinador do Bayern de Munique. Clube em que passou três anos da carreira e conquistou sete títulos. Recentemente, Bayern e City também negociaram de maneira amigável o atacante Leroy Sané.

Tags

Em destaque