Carregando

Buscar

Futebol

Candidato à presidência do Benfica detona contratação de Jesus: “Com essa grana pegava Guardiola ou Mourinho”

Compartilhe

Jorge Jesus desembarcou em Lisboa para se apresentar ao Benfica, seu novo clube. Porém, o candidato à presidência da equipe portuguesa, Rui Gomes, não está nada satisfeito com os esforços financeiros pelo Mister.

“Jesus já tem uma relação com o Benfica e com o atual projeto. São ações e atitudes. Lembro três momentos. Jorge Jesus não foi correto com os sócios do Benfica, chegou a dizer que “sabia como lá se ganhava” e até há poucos meses, o presidente disse que Jesus nunca mais voltaria ao clube. No atual cenário, o presidente está sendo acusado por todos os lados. Por questões pessoais e por questões do Benfica. No ano em que o Benfica poderia fazer história e ser pentacampeão, ele investiu 9 milhões de euros em reforços. No ano em que está em risco a sua reeleição, contrata um treinador que custa 26,5 milhões de euros, enquanto o outro treinador custava 1 milhão de euros. Se isso não é um ato de desespero, então explique-me o que é”, desabafou.

Foto: Twitter
João Felix

“Não, não. Já disse muitas vezes, não pegaria o Jesus. Pelas atitudes que teve com o Benfica. Ainda há pouco tempo, Jesus cantava músicas que insultavam o Benfica. Há videos disso, não estou inventando. Não foi há 20 anos, foi há dois. Eu acho que o Jorge Jesus de 2020 não tem a nada ver com o de 2009/2010. Antes, ele precisava do Benfica para crescer, para ser o treinador de um grande clube. Hoje, ele já foi campeão, já ganhou no Flamengo e está com outro currículo. O presidente do Benfica espera que ele seja o que encontrou em 2009/2010”, explicou.

Ainda assim, o ex-vice-presidente assegura que não tem qualquer problema pessoal com o técnico e que, caso eleito, pensará bem no futuro do Mister:

“Nunca tive nenhum problema pessoal com ele. Fui vice-presidente durante sete anos e vivi seis anos e meio com Jesus. Nunca tive nenhuma relação especial. Falei duas ou três vezes com ele. Viajei para lá e para cá com ele. Mas, de resto, nunca tive uma relação especial. Se vou manter se for eleito? Tenho que ver. Nesta primeira fase, direi que cumprirei os contratos. Mas tenho que pensar no Benfica. É um contrato de 26,5 milhões de euros. O Benfica terá muitas dificuldades financeiras nos próximos anos. Tanto que até procura ainda soluções para pagar o Pedrinho (ex-Corinthians), querem diminuir o preço. O Yony foi uma compensação para o Pedrinho ficar mais barato, por exemplo. O problema é que o Benfica tem um contrato de 26,5 milhões de euros para Jorge Jesus por três anos. Por esse valor, eu buscaria os melhores treinadores do mundo. [José] Mourinho, [Pep] Guardiola, [Carlo] Ancelloti, os tops dos tops”, garantiu.

Tags

Em destaque