Carregando

Buscar

Futebol

Rúben Semedo evita prisão, mas não pode voltar à Espanha

Compartilhe

A Justiça da Espanha deu por por encerrado o caso envolvendo Rúben Semedo, que foi detido e preso após sequestrar e ameaçar um homem de morte, em 2018, quando defendia o Villarreal. Segundo o jornal “Levante”, o Tribunal de Valencia condenou o jogador do Olympiakos a uma pena de cinco anos, além da proibição de entrar na Espanha e o pagamento de uma indenização de 46 mil euros.

Segundo a imprensa espanhola que acompanhou o caso, Semedo admitiu todos os crimes. Reconheceu ter sequestrado com a posse de uma arma um homem, em fevereiro de 2018, com a ajuda de cúmplices. A vítima seria intermediário em um negócio de venda de carro. 

O jogador foi denunciado à polícia após soltar a vítima e ficou preso durante cinco meses na Espanha. A Justiça resolveu reduzir a pena pela confissão do zagueiro formado no Sporting. Inicialmente, eram 15 anos de detenção. 

João Felix
Tags

Em destaque