Carregando

Buscar

Futebol Stick

Técnico do Fluminense explica bate boca e pede respeito

Compartilhe

O primeiro jogo da final do Campeonato Carioca terminou com uma discussão generalizada entre jogadores, diretores e comissões técnicas. Após o apito final o técnico do Fluminense, Odair Hellmann, entrou em campo para fazer uma reclamação com a arbitragem em razão do acréscimo dado na partida e acabou discutindo com o auxiliar de Jorge Jesus, João de Deus. Odair chegou a falar de forma incisiva com o meia Diego e o goleiro Diego Alves após o bate-boca.

“Da outra vez eles comentaram dos três minutos de acréscimo, praticamente 10 substituições, teve três minutos no outro jogo e três agora e eu fui comentar a respeito dos minutos e ouvi um desrespeito de um membro da comissão técnica do Flamengo. Da mesma forma que Diego e jogadores me pediram para ter calma e respeito, eu falei que ele ia me respeitar e respeitar o Fluminense e não ia falar o que ele falou, só isso. Segue, ficou dentro do campo e da próxima vez que tenha respeito porque não fica bacana para o esporte e para o grande jogo que foi, só isso”, disse.

Odair Hellman em ação pelo Fluminense. Foto: Divulgação/Fluminense
João Felix

A partida terminou com vitória de 2 a 1 para o Flamengo, mas o treinador do tricolor viu superioridade na atuação da sua equipe e até injustiça no resultado final. O tricolor das Laranjeiras precisa vencer o próximo jogo por dois gols de diferença caso queira ser campeão estadual no tempo normal.

Em destaque