Carregando

Buscar

Futebol

Vasco quita salários de maio e faz acordo com os jogadores por outras dívidas

Alexandre Campello
Compartilhe

O Vasco quitou na última sexta-feira (11), os salários do mês de maio com os atletas do elenco e fez acordos para pendências anteriores. O clube soltou uma nota para agradecer aos seus atletas pela compreensão nesse momento difícil.

“O Clube agradece aos atletas, que, mais uma vez, demonstraram sua confiança na Diretoria Administrativa e comprovaram sua relação de parceria com o Clube, sendo fundamentais para a celebração desta operação financeira”, diz o Vasco em seu site oficial.

João Felix

Sem redução

O Cruzmaltino foi um dos poucos clubes que não reduziu os salários de seus jogadores nesse momento difícil de pandemia, como o próprio publica: ”Vale lembrar que, diferentemente de vários clubes brasileiros, o Vasco da Gama optou por não reduzir os vencimentos dos jogadores em meio à pandemia da Covid-19, apesar dos reconhecidos prejuízos decorrentes da paralisação do futebol”.

Entretanto, há uma explicação mais lógica para isso. O time de São Januário frequentemente atrasa os salários de diversos elencos que passaram por lá nos últimos anos. E os meses referentes à pandemia poderiam ser pagos com muito de atraso, logo essa redução não faria sentido porque os vencimentos referentes a esses meses seriam pagos mais para frente. 

Para exemplificar melhor, se o Vasco decidisse que teria um corte nos salários, seria como se o Campello dissesse ao elenco: ”Nós não vamos conseguir pagar o mês x agora, e quando pagarmos será descontando tantos porcento”. Isso poderia gerar uma insatisfação geral no elenco. Muito provavelmente essa é a razão para os salários terem mantido o valor integral.

Foto: Reprodução/Vasco

Em destaque