Carregando

Buscar

Futebol

Botafogo-SP e Ponte Preta tentam adiar o reinício do Paulista

Compartilhe

A Federação Paulista de Futebol e o Governo de São Paulo definiram a data de retorno do Estadual: dia 22 de julho. No entanto, alguns times não concordaram com o dia estipulado, como é o caso de Ponte Preta e Botafogo-SP. A informação foi divulgada pelo portal “Uol”.

Uma reunião virtual realizada nesta quinta-feira com os 16 clubes do Paulista teve alguns momentos tensos de discussão. Apesar da postura inicial ser contrária ao reinício, a Ponte cedeu e concordou com a decisão das autoridades.

Dependendo de um milagre para não ser rebaixado, o Botafogo-SP, representado por Adalberto Baptista, alegou que teve pouco tempo para treinar e disse que a competição não poderia voltar no prazo estipulado, pois todos têm que ter mais tempo de treinamento. Seu principal argumento foi que sua cidade é a mais afetada pela pandemia no momento.

Com apoio discreto da Ponte Preta – que depois recuou -, o time de Ribeirão Preto aumentou o tom do discurso o término da reunião e ameaçou levar o caso à Justiça. Além disso, sugeriu que uma mudança no regulamento do Paulista para se adequar à pandemia poderia dar margem à impugnação da competição.

Representantes de outros times, como Bragantino, Água Santa e Santo André, defenderam a retomada e criticaram o posicionamento de Adalberto. Alguns, inclusive, enxergaram a proposta do Botafogo e da Ponte Preta como uma tentativa de inviabilizar a disputa do Estadual por falta de datas. Assim, possivelmente haveria a conclusão da disputa sem rebaixamento.

A princípio, o Campeonato Paulista terminará em cima da estreia do Brasileirão, que tem data marcada para começar dia 9 de agosto. Se houvesse mudança no calendário, seria praticamente inviável para os times da Série A conciliarem as duas competições, inclusive após decreto de João Dória

Ao fim da reunião, a FPF reforçou as regras colocadas em seu protocolo de retorno, sempre visando diminuir os riscos de contágio da Covid-19. Quem não puder atuar em seu próprio estádio por conta da pandemia, jogará em uma casa “emprestada”. 

Tags

Em destaque