Carregando

Buscar

Futebol

De Rossi defende Messi de críticas sobre não ser decisivo na Argentina

Compartilhe

De Rossi trocou a Itália pela Argentina no final de sua carreira como jogador. O ídolo da Roma, após algum tempo em Buenos Aires, pôde ouvir muito a respeito de Messi na seleção direto dos torcedores. A opinião da maioria chocou o italiano, e ele falou a respeito.

O atleta disse ao jornal “La Nación” que não compreende como podem considerar o jogador pouco decisivo, sendo que, na opinião de De Rossi, ele quem carrega a Argentina nas costas muitas vezes.

João Felix

“Se na Itália você diz que na Argentina eles chamam Messi de ‘peito frio’ (‘pecho frio’, expressão em espanhol para se referir a um jogador que some na hora da decisão no futebol), as pessoas aqui dão risada e não entendem nada. Como podem dizer ‘pecho frio’ a Messi?”, opinou.

“Existem pessoas que têm coragem de dizer ‘pecho frio’ a Messi atrás de um computador e depois não têm coragem de pedir à esposa o controle da TV para mudar de canal. Eles chamam de ‘pecho frio’ quem marcou mais de 1000 gols em sua vida. Ninguém como ele se acostumou a gostar do amor das pessoas e também a suportar as críticas, muitas vezes injustas”, prosseguiu.

“Ele perdeu duas finais da Copa América nos pênaltis, e eu sou campeão mundial nos pênaltis. Ele é um ‘pecho frio’ na Argentina, e eu sou um herói, junto com meus companheiros, por ter vencido a Copa de 2006. E qual é a diferença? 5 centímetros. Não pode ser, eu me recuso. Gostaria que as pessoas se lembrassem que, muitas vezes, é ele quem carrega todo o time nas costas”, finalizou.

Tags

Em destaque