Carregando

Buscar

Futebol

TAS rejeita solicitação de Santos à Fifa envolvendo o Barcelona e Neymar

Compartilhe

O Barcelona anunciou nesta terça-feira que recebeu uma decisão favorável do TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) na ação movida pelo Santos envolvendo a transferência de Neymar ao clube catalão.

O time paulista pedia 61 milhões de euros de indenização pela negociação, alegando que os pagamentos ao pai do jogador deveriam ser repassados ao clube.

O TAS considerou que o contrato entre o Santos e o Barcelona foi rescindido de mútuo acordo, que o clube catalão não violou o contrato de transferência quando pagou valores adicionais ao pai do jogador e à empresa N&N, e que não houve nenhuma conduta fraudulenta quando Neymar assinou o pré-contrato. 

As resoluções do Tribunal também condenam o Santos a pagar custos processuais ao Barça, no valor de 19 mil euros (aproximadamente R$ 114 mil).

Confira o comunicado oficial emitido pelo Barcelona:

O Tribunal de Arbitragem Esportiva rejeitou completamente a reclamação apresentada por Santos perante à FIFA, na qual exigiu do FC Barcelona o pagamento de 61.295.000 euros em indenizações, com as correspondentes sanções esportivas, após a assinatura do jogador Neymar Jr.

O TAS considera que o contrato entre Santos e o jogador foi rescindido por mútuo acordo, que o FC Barcelona não violou o contrato de transferência quando pagou valores adicionais ao pai do jogador e à empresa N&N e que o FC Barcelona não cometeu nenhum conduta fraudulenta quando assinou o pré-contrato com Neymar Jr, nem quando assinou o contrato de transferência com Santos.

A resolução do TAS também condena Santos a pagar os custos processuais ao FC Barcelona, ​​no valor de 20.000 francos suíços.

Tags

Em destaque