Carregando

Buscar

Futebol

Após derrota para o Sheffield Utd, Mourinho detona árbitro e VAR: “O homem com apito já não é mais o árbitro da partida”

Compartilhe

A derrota do Tottenham para o Sheffield United por 3 a 1 não foi o único motivo da irritação de Mourinho. O técnico desabafou na coletiva de imprensa após a partida e criticou a arbitragem, que anulou gols da sua equipe. 

Para ele, o homem do apito – árbitro em campo – já não é mais o responsável pelas decisões durante o jogo, ele se tornou apenas um assistente. Quem monitora todos os acontecimentos no gramado são os funcionários do VAR.

Quem está em campo não é o árbitro. O homem que está em campo é um árbitro assistente. O árbitro está escondido numa sala qualquer. O juiz que está em campo não toma nenhuma decisão. É a realidade. Os bandeirinhas tomam uma decisão, mas é a tecnologia que acaba por decidir. O árbitro principal não decide quaisquer lances de pênalti, mão ou faltas”, esbravejou Mourinho.

O técnico ainda concluiu: “Não posso dizer o que penso, caso contrário teria problemas. Seria suspenso e não quero. Não vou falar do Michael Oliver, porque quero estar no banco no próximo jogo”.

João Felix

Com esta derrota, a primeira desde a retoma do Campeonato Inglês, o Tottenham caiu para o 9º lugar, com 45 pontos, ficando mais longe das posições que dão acesso à próxima edição da Liga dos Campeões.

Tags

Em destaque