Carregando

Buscar

Futebol

Dirigente acredita que é possível levar Messi para se aposentar em seu clube de infância

Compartilhe

Lionel Messi pode terminar sua carreira voltando para onde tudo começou: o Newell’s Old Boys, da Argentina. O vice-presidente do clube, Cristian D’Amico acredita que isso é possível baseado numa experiência no passado.

“Não sei se é impossível. É uma decisão tomada exclusivamente por ele e sua família. Temos que ter o melhor contexto possível para ajudar a tomar uma decisão. Quando Maradona chegou ao Newell’s, ninguém imaginava. Espero fazer algo parecido com Leo. Obviamente, isso não significa vender fumaça. É um sonho difícil. Qual fã do Newell’s não sonharia em ver o melhor jogador do mundo com a camisa do time? O tempo pode permitir essas coisas, é preciso ter calma”, disse o dirigente para a “TNT Sports”.

Messi no Newell's durante a infância. Foto: Reprodução/Internet
João Felix

Messi iniciou no clube de Rosário quando tinha apenas seis anos de idade e marcou mais de 500 gols nas equipes de juniores, antes de ser contratado pelo Barcelona aos 14 anos. Desde então, ele se tornou o maior jogador do clube catalão de todos os tempos e esta semana marcou seu 700º gol no empate com o Atlético de Madrid. Messi, agora com 33 anos, tem pouco menos de um ano em seu contrato no Camp Nou e as especulações sobre seu futuro estão sempre entre os assuntos mais comentados.

Ele deve prolongar sua permanência no Barça, apesar dos problemas com o chefe Quique Setién e a diretoria do clube, e ainda não confirmou quando vai deixar a Espanha. D’Amico, espera que, quando esse dia chegar, Messi opte por retornar ao seu clube de infância ao invés de se aposentar.

Tags

Em destaque