Carregando

Buscar

Futebol

Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, detona Federação Mineira e manda recado sobre volta do futebol

Compartilhe

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, concedeu uma entrevista ao portal “Superesportes” e se mostrou novamente contrário à volta do futebol, embora ainda não tenha uma definição sobre a retomada do Campeonato Mineiro. 

O governante disse que só irá permitir que a bola role mediante a aprovação dos especialistas da área da saúde. Mesmo que seja sem a presença do público, o ex-presidente do Atlético teme o número alto de pessoas dentro de um vestiário possa propagar o vírus do novo coronavírus.

“Não haverá futebol se a Matemática, a Ciência, a Virologia, falar que não deve ter futebol. Quem já mexeu com futebol sabe que futebol sem público demanda pelo menos uma aglomeração de 300 pessoas. E você imagina um vestiário de futebol numa pandemia. Só quem nunca entrou num vestiário de futebol é que não sabe o quê que é”, afirmou.

Recentemente, a Federação Mineira enviou ao governo uma proposta para o retorno da competição no dia 26 de julho. No entanto, Kalil questionou – em tom irônico – critério estabelecido para chegar a tal data. 

“De onde é que ele (FMF) tirou o dia 26? Ele foi para o hospital, ele sentou com os virologistas, ele fez um curso, escolheu o dia 26? Tirou da onde, de onde ele pariu essa data. Em Belo Horizonte só se joga com ordem da Prefeitura. Eles podem jogar lá na Arena do Jacaré, lá em Ouro Preto, pode jogar em Tiradentes naquelas ruas de pedra. Em Belo Horizonte, não”

Tags

Em destaque