Carregando

Buscar

Futebol Stick

Nova polêmica no Barcelona: Setién acusado de humilhar Griezmann

Compartilhe

Uma nova polêmica envolvendo Quique Setién no Barcelona foi criada. Desta vez, com Griezmann. De acordo com a imprensa francesa, o técnico do Barcelona “humilhou” o jogador após mandá-lo aquecer por 35 minutos e fazer a substituição para sua entrada apenas aos 45 minutos do segundo tempo.

O treinador, no entanto, foi questionado e disse ao jornal “As”, após a partida contra o Atletico de Madrid, que não teve a intenção de deixá-lo mal, mas que entende que é difícil participar poucos minutos do confronto sendo um jogador no nível de Griezmann. 

“Não estou de acordo com essa teoria. Entrar para jogar tão pouco tempo é duro para um jogador do nível dele. Amanhã falarei com ele. Não  vou pedir desculpas, mas compreendo perfeitamente que se sinta mal com a situação”, relatou Setién em coletiva de imprensa

O comando do técnico é apontado como grande fator para o fracasso do Barcelona no Campeonato Espanhol, que tem o seu principal, Real Madrid, na liderança. A imprensa critica o fato do atleta francês ficar no banco pela terceira vez em quatro jogos. Setién, inclusive, preferiu Sergi Roberto e Ansu Fati antes de optar por Griezmann. 

Não só a imprensa francesa criticou a postura do treinador do clube catalão. A família de Griezmann também se posicionou nas redes sociais. Enquanto o irmão desabafou no momento da substituição, o pai do atleta opinou após ouvir as palavras de Setién.

Em sua rede social, Alain Griezmann postou partes da entrevista do comandante – em que ele diz que não pedirá desculpas – e escreveu: “Para fazer esse tipo de afirmação, você deve ter as chaves do caminhão. Não é o caso, porque você é passageiro”. Em seguida, as postagens foram excluídas.

Tags

Em destaque