Carregando

Buscar

Futebol Stick

Silêncio, por favor! Volta da torcida na Holanda tem orientação inusitada

Compartilhe

A bola vai voltar a rolar na Holanda depois de mais de quatro meses de paralisação por causa da pandemia da Covid-19. Suspenso em abril pelo governo do país, que determinou a retomada apenas para depois de 1º de setembro, o futebol vai contar com a presença da torcida nos estádios, mas de uma maneira bem peculiar: de boca fechada, basicamente. Holanda e Polônia entram em campo no dia 4 de setembro, em duelo pela Liga das Nações da Uefa, mas a Arena Johan Cruyff, em Amsterdã, e as arquibancadas precisam ficar em silêncio, porque os torcedores não poderão cantar.

“Se os fãs não atenderem ao pedido, os estádios poderão serão fechados novamente. Leve uma corneta e a toque quando seu time fizer um gol, porque a possibilidade de contrair o vírus é muito alta. quando as pessoas cantam e gritam. Vimos isso num jogo em Bergamo”, disse o primeiro-ministro holandês Mark Rutte, à emissora de TV holandesa “NOS”, ressaltando que será respeitada a distância de 1,5m entre um torcedor e outro.

Rutte referiu-se ao duelo entre Atalanta e Valência, em Milão, no dia 10 de março, quando houve vários casos de infectados com o novo coronavírus. Ainda diante da pandemia da Covid-19, a intenção do governo é impedir a disseminação da doença, num cuidado que resultou até mesmo o cancelamento do Campeonato Holandês sem que fosse declarado um campeão – como aconteceu na França, onde o PSG ficou com o título.

“Com o relaxamento das medidas anunciadas hoje (quarta-feira) à noite, o início da nova temporada de futebol está um passo mais perto, tanto para jogadores quanto para os torcedores nos estádios”, informou a Real Associação de Futebol da Holanda (KNVB) numa rede social.

João Felix

Em destaque