Carregando

Buscar

Futebol

Catar 2022: Comitê confirma primeira morte de trabalhador por Covid-19

Compartilhe

O Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, no Catar, confirmou nesta quinta-feira, duas semanas depois do acontecido, a primeira morte de um funcionário vítima do novo coronavírus. Trata-se de um dos profissionais que trabalham na parte de infraestrutura do Mundial.

“Infelizmente, no dia 11 de junho, um engenheiro de 51 anos, empregado pelo consórcio Conspel, morreu em consequência da Covid-19″, relatou o Comitê, informando que a vítima, cujos nome e nacionalidade não foram revelados, não tinha comorbidades ou qualquer problema de saúde.

As informações são do site português do “Desporto ao Minuto”, com números da agência de notícias AFP. O Catar é um dos países com as taxas mais elevadas de contágio – mais de 90 mil casos entre seus 2,75 milhões de habitantes, ou seja, 3,3% –, e são 1.102 casos positivos entre os trabalhados do Mundial, segundo o próprio Comitê Organizador.

João Felix

Em destaque