Carregando

Buscar

Futebol

Liga dos Campeões: vice da Uefa fala da possibilidade de público na final

Compartilhe

Com a retomada dos principais campeonatos europeus – exceto o Francês, que foi encerrado com o PSG declarado campeão –, um debate ainda tímido tende a ficar recorrente: a volta do público aos estádios. Com a decisão marcada para 23 de agosto, em Lisboa, a Liga dos Campeões já convive com essa possibilidade, mas segundo o vice-presidente da União das Associações Europeias de Futebol (Uefa), Michele Uva, a decisão de ocupar ao menos parte da capacidade do Estádio da Luz não é responsabilidade da entidade.

“Faltam dois meses, e não vai depender da Uefa, mas do país anfitrião. Ter um jogo com torcida é um sonho para todos nós, mas a decisão tem de ser tomada pelos órgãos competentes”, disse o dirigente à rádio italiana “Kiss Kiss”, ressaltando que a mudança da grande final de Istambul, na Turquia, para Lisboa foi uma necessidade, assim como realizar todos os jogo restante em Portugal.

“É uma fórmula de emergência, mas o formato normal será retomado entre 2021 e 2024. Muitas opções foram avaliadas, colocando em primeiro lugar a saúde de jogadores, estafe e jornalistas, e escolhemos Lisboa porque recebemos certas garantias. Não há times portugueses nas quartas de final, o que torna o país um campo neutro para todos.”

Com ou sem torcida, taça da Liga dos Campeões 2019/2020 será erguida em Portugal (Getty Images)
João Felix

Em destaque