Carregando

Buscar

Futebol

Carlos Ancelotti acusado de fraude fiscal na Espanha; Valor chega a um milhão de euros

Compartilhe

O fisco fez mais uma “vítima”. Agora foi a vez de Carlos Ancelotti ser acusado de fraude fiscal na Espanha. O valor é de mais de 1 milhão de euros e referente a um contrato de direitos de imagem quando era treinador do Real Madrid, entre 2013 e 2015.

A Autoridade Tributária espanhola considera que, neste período e quando residia oficialmente no país, o técnico pagou apenas 10% dos rendimentos, e não os 45% exigidos pela lei, fraudando o Estado.

Em um comunicado oficial, o órgão explicou que Ancelotti, atualmente comandando o Everton, teria uma usado uma “rede complexa de empresas sediadas em paraísos fiscais” com o objetivo de fugir do fisco.

Outros jogadores, como Messi, Diego Costa, Cristiano Ronaldo e o técnico José Mourinho, enfrentaram as mesmas acusações e resolveram os casos com multas pesadas. 

João Felix

O técnico de 61 anos esteve à frente do Real Madrid nas temporadas de 2013/2014 e 2014/2015, tendo conquistado uma Liga dos Campeões e uma Taça do Rei.

Tags

Em destaque