Carregando

Buscar

Futebol Stick

Antes de ser anunciado, Rangnick entrega lista de reforços ao Milan

Compartilhe

Falta o anúncio oficial, mas Ralf Rangnick já começa a trabalhar como novo técnico do Milan. Depois de belas campanhas no Schalke 04 e no Leipzig, que ajudou a se tornar destaque na Alemanha, ele deve assinar por três anos com o clube italiano e assumir o lugar hoje ocupado por Stefano Pioli. Tanto que, de acordo coma a rede de TV italiana “Sport Mediaset”, já entregou à diretoria rubro-negra uma lista de reforços para a temporada 2020/21.

Para o ataque, Rangnick teria reforçado a necessidade da contratação de Luka Jovic, do Real Madrid, o que resultaria na reedição da dupla que fez com Ante Rebic no Eintracht Frankfurt. A chegada de Jovic supriria uma lacuna, já que Ibrahimovic não deve continuar no clube. No meio-campo, o treinador desejaria contar com Florentino Luís, do Benfica, e Dominik Szoboszlai, do Salzburgo. O setor defensivo teria Tanguy Kouassim, cujo contrato com o PSG está no fim, ou Nikola Milenkovic, com o Milan cedendo Lucas Paquetá à Fiorentina.

Luka Jovic, do Real Madrid, é o nome de Rangnick para o ataque do Milan (Getty Images)

Mas não foram reforços que o treinador teria pedido. Ainda segundo a “Sport Mediaset”, ele teria solicitado que Theo Hernández, Alessio Romagnoli, Ismael Bennacer, Franck Kessié, Hakan Çalhanoglu, Ante Rebic e Gianluigi Donnarumma não saíssem do clube milanês na janela de transferências do verão europeu.

Atualmente, Rangnick é chefe de Desenvolvimento e Esportes da Red Bull, e suas atribuições no Milan iriam muito além do trabalho no campo. Ele trabalhará também como dirigente, por isso teria sondado o atual técnico do Leipzig, Julian Nagelsmann, sobre a possibilidade de substituí-lo na temporada 2021/22. O desejo de Rangnick seria deixar o posto de treinador para se dedicar exclusivamente ao trabalho de diretor de futebol.

João Felix

Em destaque