Carregando

Buscar

Futebol

CR7 perde pênalti, mas Juventus, em seu retorno, se classifica sem levar sustos: 0 a 0

Compartilhe

A Juventus entrou em campo diante do Milan pelo segundo jogo da semifinal da Copa da Itália, num confronto silencioso, já que os portões estavam fechados. Na ida, em Milão, a Juve conseguiu um empate em 1 a 1. Com isso, o empate sem gols classificava a equipe de Turim. Como estratégia, tendo o regulamento debaixo dos braços, o clube alvinegro se arriscou pouco, com sucesso: 0 a 0, sem sustos.

Cristiano Ronaldo voltou com uma missão, quebrar um tabu de gols em reinícios, já que o português, desde 2014, passa zerado nesta ocasião. Chance ele teve, mas desperdiçou um pênalti e manteve a marca negativa.

Foto: Twitter
João Felix

Primeiro tempo:

A primeira metade do jogo foi marcada pelo ritmo forte e ofensivo da Juve. Logo aos 15 minutos, Calabria estendeu o cotovelo na bola dentro da área. Com auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti. Cristiano Ronaldo teve a oportunidade de quebrar um longo tabu de gols em reinícios, mas desperdiçou sua chance máxima, ao chutar na trave do goleiro Donnarumma, que ainda saltou com tudo em direção a bola. Logo na sequência, Rebić atingiu o peito de Danilo, e recebeu o cartão vermelho direto. A pressão da velha senhora foi ainda maior após isto, mas não se transformou em gol. O goleiro rossonero foi o grande responsável por manter o placar em zero, com grandes defesas.

Segundo tempo:

O segundo tempo foi bastante devagar, se comparado ao primeiro. Com mais cautela, a Juventus tentou manter a bola sob controle para correr menos riscos, já que tinha a vantagem do empate sem gols. O Milan, com um a menos, encontrou dificuldades para se atirar ao ataque, criando muito pouco.

Resta à Velha senhora aguardar a definição entre Inter de Milão e Napoli, pela outra chave, no dia 13, sábado, às 16 horas (Brasília). A equipe napolitana carrega uma vantagem, já que venceu por 1 a 0 no San Siro.

Tags

Em destaque