Carregando

Buscar

Futebol Stick

Casagrande questiona presidente do Flamengo na TV: “Por que a pressa?”

Compartilhe

A volta do futebol brasileiro, paralisado desde março por conta da pandemia do nono coronavírus, vem sendo motivo de debates acalorados nos programas esportivos. O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, vem despontando como a principal figura a favor da volta, liderando uma série de ações para proporcionar o retorno das competições. Recentemente, ele almoçou com o presidente da República, Jair Bolsonaro, para tratar dos protocolos de segurança para a volta, o que gerou repercussão negativa.

O Flamengo foi o primeiro grande clube a voltar aos treinamentos, contrariando recomendações das autoridades da saúde do Rio de Janeiro e gerando a revolta inclusive de clubes rivais, como o Botafogo, um dos principais críticos à postura do rubro-negro. Na última segunda-feira, Landim participou do programa “Bem, Amigos!” do “SporTV”, e o comentarista Walter Casagrande se mostrou incomodado com o posicionamento do mandatário rubro-negro a favor da volta do futebol. Em tom de questionamento, o ex-atacante fez um alerta ao dirigente.

“Eu não concordo com a volta do futebol. O governo federal não tratou bem a pandemia, não temos nem ministro da Saúde. Tem que tomar cuidado com fake news, e já estão tomando providências para acabar com essa rede de fake news. A Globo não vai passar novela, por exemplo. Por último, você está falando em nome do Flamengo, não do futebol, e o futebol brasileiro não é só Flamengo, que não vai disputar jogo de titular contra reserva. Por que a pressa, presidente? Por que não pode esperar mais um mês ou dois? Qual é o problema? O senhor tem que pensar no Flamengo e em vocês também. Se der algo errado, o senhor é o líder do que der errado”, sentenciou Casagrande.

Landim, por sua vez, afirmou que o pensamento de retomada do futebol é quase uma unanimidade entre os clubes cariocas, porque Botafogo e Fluminense são os únicos contrários.

“Eu represento o Flamengo, mas tenho certeza de que falo em nome da grande maioria dos clubes do Estado do Rio de Janeiro. E mantemos contato direto com outros clubes da Série A. Essa posição é da maioria. O Flamengo não está sozinho. O que o Flamengo faz questão de liderar é pelo exemplo. Eu não quero liderar nenhum movimento de volta ou de não volta. Quero deixar claro isso: o Flamengo quer liderar pelo exemplo, pela forma de gerir o futebol, pela maneira com que forma os seus times”, respondeu Landim.

Tags

Em destaque