Carregando

Buscar

Futebol

Cláusula que permitia saída de Messi de graça expira, e jogador caminha para renovação

Compartilhe

A cláusula que permitia Lionel Messi deixar o Barcelona de graça na próxima janela de transferências europeia expirou no último domingo. Com isso, o atacante argentino vai ficar no Camp Nou por pelo menos mais uma temporada.

Messi havia assinado o contrato essa cláusula em 2017. Ele poderia deixar o Barcelona a custo zero, no verão de 2020, desde que comunicasse essa saída antes de junho. O contrato atual do craque com o clube catalão vai até o fim da próxima temporada. 

Messi e companheiros comemorando o título nacional da temporada 2018/19. Foto: Divulgação/Barcelona
João Felix

De acordo com o site “Espn Brasil”, a expectativa agora é por uma renovação do contrato. O presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, busca sacramentar a permanência antes de deixar o cargo, o que ocorre no ano que vem. O dirigente, mais de uma vez, se referiu ao fato de oferecer um contrato vitalício para o argentino. Algo similar ao que foi oferecido a Andrés Iniesta. 

Com 627 gols, Messi é o maior artilheiro da história do Barcelona. Ele também fez 718 jogos, sendo apenas superado pelo seu ex-companheiro de equipe, Xavi, que marcou 767 partidas pelo Barça.

Tags

Em destaque