Carregando

Buscar

Futebol

Bundesliga: rodada tem homenagem e pedidos de justiça por George Floyd

Compartilhe

A rodada deste fim de semana do Campeonato Alemão foi marcada pela lembrança de George Floyd, afro-americano de 46 anos assassinado nos Estados Unidos por um policial, que ficou ajoelhado em seu pescoço por sete minutos até que ele morresse asfixiado. Autor do segundo gol da vitória por 4 a 1 do Borussia Mönchengladbach sobre o Union Berlin, Marcus Thuram, ainda dentro da área e depois de ser felicitado pelos companheiros, ajoelhou-se no gramado e ficou em silêncio. A manifestação foi contra o racismo e uma homenagem a Floyd.

Quem também se manifestou foi Jadon Sancho, autor de três gols na goleada do Borussia Dortmund por 6 a 1 no lanterna Paderborn. O atacante levantou a camisa que para mostrar a frase “Justiça para George Floyd”. No dia anterior, na derrota do Schalke 04 para o Werder Bremen, por 1 a 0, Weston McKennie entrou em campo usando uma faixa no braço esquerdo onde se lia “Justiça para GEORGE”. A morte de Floyd, no último dia 25, em Minneapolis, vem causando pesados protestos em vários estados dos Estados Unidos, além de ter sido lembrado por vários atletas no país e, também, por celebridades ao redor do mundo.

Thuram ajoelha-se em silêncio em protesto contra o racismo e a morte de George Floyd (Getty Images)

George Floyd, que havia perdido o emprego recentemente por causa da pandemia da Covid-19 nos EUA, foi detido por quatro policiais – Derek Chauvin, Tou Thao, Thomas Lane e J. Alexander Kueng – sob suspeita de ter tentado usar uma nota falsa de US$ 20 (cerca de R$ 107) num supermercado em Minneapolis. Chauvin, que o asfixiou com o joelho, está preso e responderá a processo.

João Felix
"Justiça para George Floyd", pede Jadon Sancho, do Borussia Dortmund (Getty Images)
McKennie (camisa 2) usa a faixa pedindo justiça por George Floyd (Getty Images)
Tags

Em destaque