Carregando

Buscar

Futebol

Voltou atrás: Yaya Touré alega problemas pessoais e desfaz acordo com candidato à presidência do Vasco

Compartilhe

O candidato à presidência do Vasco deixou o torcedor feliz ao divulgar um vídeo revelando a contratação de Yaya Touré, caso foi eleito. Porém, nesta quarta-feira, o próprio jogador informou em suas redes sociais que o acordo está desfeito, e alegou problemas pessoais para não se mudar para o Brasil. 

No vídeo, o volante agradece a oportunidade e também a compreensão de todos.

“Eu gostaria de agradecer ao senhor Leven por ter me convidado para ser parte desse projeto maravilhoso e da família Vasco da Gama. Mas, infelizmente, eu não poderia mais fazer parte dele por razões pessoais. Eu não posso me mudar para o Brasil. Obrigado por sua compreensão. Desejo tudo de melhor e sucesso ao Sr. Leven com seu projeto”, disse Yaya.

João Felix

Leven Siano lamentou a decisão e agradeceu ao atleta pela atenção. Também revelou que não houve penalidade para as duas partes envolvidas no negócio.

“Lamento informar que, devido a motivos pessoais, o Sr. Yaya Touré não poderá mais se mudar para o Brasil. Acordamos um consenso amigável para encerrar o contrato, com efeito imediato, sem nenhuma penalidade ou demais obrigações de ambas as partes. Agradeço a ele por toda a atenção dedicada ao assunto durante as nossas conversas recentes. Desejo a ele todo sucesso em quais projeto futuros, e envio saudações a ele e à sua família”, escreveu o candidato à presidência do Vasco em seu Instagram.

Foto: Reprodução/Instagramm

Na última semana, Leven Siano revelou um acerto com Yaya Touré por dois anos, caso vencesse as eleições no Vasco. No vídeo publicado como “presente à torcida”, o marfinense confirmou a negociação e disse que usaria a camisa 42 do clube. 

Tags

Em destaque