Carregando

Buscar

Futebol

Neymar se recusa a diminuir seu salário no PSG, e diretoria vê como forma de pressionar sua saída

Compartilhe

Segundo o jornal “Le Figaro”, a relação entre Nasser Al-Khelaifi e os jogadores do PSG não anda nada fácil. Isto porque, diante da pandemia, e se vendo diante de uma crise financeira, os dirigentes do clube tem que lidar com recusas dos jogadores em relação às reduções salariais. Neymar, especulado a longo tempo pelo Barcelona, encabeça a lista.

João Felix

Segundo o jornal, diante da dificuldade nas negociações durante a pandemia, pessoas de dentro do clube acreditam que Neymar esteja fazendo isto de propósito, a fim de ‘cavar’ sua saída para o Barcelona.

A verdade é que o elenco se dividiu em dois grupos: os que aceitam reduzir 70% de seus vencimentos, como Mbappé e Marquinhos; e os que só aceitariam em caso de restituição do valor ou adiamento do pagamento, como o caso de Neymar, Thiago Silva, Cavani e Bernat. Todos do segundo grupo, inclusive, são especulados em outros clubes. Coincidência?

Tags

Em destaque