Carregando

Buscar

Futebol

Alexandre Campello admite vender Talles Magno depois da pandemia

Compartilhe

O Vasco da Gama está há anos vivendo em uma crise econômica. Cada temporada que passa, o buraco financeiro parece aumentar. Nesta quarta-feira (27), o presidente do clube, Alexandre Campello, se pronunciou sobre os salários atrasados e confirmou que poderá vender Talles Magno ao fim da pandemia.

Alexandre Campello
Foto: Reprodução/Getty Images

“O Vasco deve três meses de salário, os de janeiro nós pagamos a maioria. Só gosto de cravar a data quando tenho certeza. É possível que até o final da semana a gente pague quem não recebeu em janeiro. Ou mais tardar no começo da semana que vem”, afirmou.

O presidente também falou sobre a crise que a pandemia de Covid-19 pode causar no futebol brasileiro: “A gente gostaria sim de reforçar, mas essa é uma reflexão que todos os clubes no Brasil terão que fazer. Esse planejamento vai precisar ser refeito, sem dúvida alguma. Não vou dizer que a gente não trazer ninguém, mas se você pensava em trazer três ou quatro, de repente vai trazer um ou dois, mas tudo precisa ser realinhado. Isso não vai acontecer só no Vasco como com outros clubes”, ressaltou.

João Felix

Para equilibrar as contas, o mandatário cruzmaltino não descarta a venda de Talles Magno, maior joia do clube: “Sem dúvida alguma. Esses recursos (vendas de jogadores) servem para compor receitas e reduzir dívidas e no Vasco é o que vai acontecer. Se houver oferta, certamente não vamos vender por valores baixos, mas se houver, terá que ser vendido. Nesse momento é fundamental para conseguir esse equilíbrio financeiro”, disse.

Talles Magno goza do prestígio do torcedor vascaíno por conta de seus dribles e por ser um ”cria da casa”, mas a verdade é que seus números ainda são tímidos. São 22 jogos e apenas 2 gols. O Liverpool é o principal clube interessado no atleta.

Em destaque