Carregando

Buscar

Futebol

Luto no futebol: Vadão, ex-técnico da seleção feminina, morre vítima de câncer

Compartilhe

Conforme noticiado recentemente, Vadão, ex-técnico da seleção feminina de futebol, estava internado devido a complicações de um câncer no fígado. Nesta segunda-feira, foi informado que o comandante veio a falecer aos 63 anos após a doença evoluir para outros órgãos.

Em dezembro, o treinador foi diagnosticado com câncer quando realizava exames de rotina. Desde então, seguia evoluindo no tratamento, até que na última semana foi internado na UTI, pois o quadro se agravou. O estado de saúde era grave e Vadão acabou não resistindo às quimioterapias e radioterapia para a cura da doença.

O velório e sepultamento serão restrito a familiares devido à pandemia de coronavírus e acontecerão em Monte Azul Paulista, sua cidade.

João Felix

O comandante já esteve à frente de Corinthians, Ponte Preta, Guarani, São Paulo, Bahia, Sport, Goiás, dentre muitos outros, além da seleção feminina de futebol. 

O ex-técnico foi vice-campeão da série B em 2009 e vice do Paulista com o Guarani, time que acumulou cinco passagens e é tratado como ídolo. O arquirrival, Ponte Preta, também tem idolatria pelo treinador. 

Pela seleção feminina de futebol, Vadão conquistou duas Copas Américas (2014 e 2018), a medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos de 2015, dois Torneios Internacionais, além de um quarto lugar nos Jogos Olímpicos do Brasil em 2016. Foi demitido após a Copa do Mundo da França no ano passado. 

Foto: Reprodução/365Scores
Tags

Em destaque