Carregando

Buscar

Futebol

Douglas Costa confessa: “Pensei em me aposentar, tenho mais ressonâncias do que jogos”

Compartilhe

De acordo com o site português ”Mais Futebol”, Douglas Costa, ponta da Juventus, pensou em se aposentar devido ao grande número de lesões que sofreu ao longo da carreira. O jogador já deu fortes declarações sobre o seu futuro no futebol, mas ao que tudo indica, não irá encerrar a carreira de forma precoce.

O brasileiro foi revelado pelo Grêmio em 2008, mas mesmo no Brasil o jogador não conseguiu se firmar e foi vendido ao Shakhtar Donetsk. Defendeu o clube ucraniano entre 2010 e 2015. Em setembro do mesmo ano, foi comprado pelo Bayern de Munique. Em 2017 foi para a Juventus, clube em que joga atualmente.

Desde que foi para a Europa e alcançou o status de titular, em 10 temporadas, disputou 370 jogos. Média de 37 por temporada. Os clubes jogam cerca de 60 jogos em um mesmo período.

João Felix

O atleta só esteve disponível em cerca de 65% dos jogos. Ele, inclusive, falou ao site ”The Players Tribune” sobre isso: ”Nunca pude estar em forma. Tive tantas lesões que pensei em me aposentar. Perguntava a mim mesmo se devia continuar a jogar ou desistir, mas depois via jogos na televisão e percebia que este esporte é a minha paixão”. 

O ponta também afirmou: ”Isso me incomoda, de fato. Você ter um potencial de ser um cara gigantesco e acaba, por culpa minha ou não, não sei te dizer hoje, não consigo estar naquele top. Isso acaba, às vezes, me incomodando”.

Foto: Reprodução/Instagram

Ainda para o site, o jogador contou: ”Brincando com o Alex Sandro, que joga comigo, eu falei: “Cara, tenho mais ressonância que presença em campo”. Fazer ressonância de novo, aquele som da ressonância… É um bagulho que é meio louco. Aí você fala: “Pô, Douglas tem um potencial para ser um dos melhores do mundo, mas as lesões atrapalham””.

Em destaque