Carregando

Buscar

Futebol

Crivella diz que Botafogo e Fluminense concordaram com volta do futebol; Flu desmente prefeito

Compartilhe

Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou ter feito contato telefônico com o Fluminense e o Botafogo, que, segundo ele, concordaram com os termos para a retomada do futebol.

Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt criticou movimento para retomada do futebol carioca. Foto: Divulgação/Fluminense
João Felix

“Não vamos relaxar as medidas de afastamento social. Aquela reunião que tivemos no sábado com o Conselho Científico foi quase consenso. E que nós devemos esperar mais um período para o retorno das atividades. O futebol esperava voltar hoje (segunda) os treinos, rachão. Pedimos para junho e foi aceito. Pedimos também que os jogos voltassem em julho, sem torcida. Eles pediram para verificar a curva de junho, meados de junho. Há expectativa de nossos especialistas que estejamos quase em zero. E que nós então de posse desse dado pudéssemos definir a rodada que termina o estadual. Isso em meados de junho. Eu agradeço a reunião que fizemos ontem (domingo) de quase três horas aqui no Riocentro”, disse o prefeito.

“Gostaria de agradecer a todos que aceitaram, Botafogo, Flamengo, Vasco, Fluminense. Vasco e Flamengo presentes, Botafogo e Fluminense por contatos telefônicos, de que nós estão deixamos treinamentos de fora de rachão e coletivo para o mês de junho”, finalizou.

Para o site “Globo Esporte”, Carlos Augusto Montenegro, ex-presidente e membro do comitê gestor do futebol do Botafogo, afirmou que recebeu o contato da Prefeitura e concordou com retorno dos treinos a partir de 1 de junho e volta dos jogos em 28 de junho ou 4 de julho

No entanto, o Fluminense emitiu uma nota oficial para desmentir a declaração de Marcelo Crivella. O clube negou que tenha feito contato telefônico com o prefeito. Confira abaixo a nota na íntegra:

O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto.

Tags

Em destaque