Carregando

Buscar

Futebol

Preso ao violar lockdown, astro do Chelsea é acusado de estupro

Compartilhe

A ideia de quebrar as regras de quarentena está causando mais dor de cabeça a Callum Hudson-Odoi. Astro do Chelsea e da seleção inglesa, o jovem atacante foi detido na madrugada de domingo, depois de a modelo que havia chamado para o seu apartamento em Londres ligou para a polícia e também chamou uma ambulância. “Quando o serviço de emergência atendeu, uma mulher informou que havia sido estuprada. Ela foi levada para um hospital”, diz o boletim oficial da polícia londrina.

Astro do Chelsea, jovem atacante já é figura certa em convocações da seleção inglesa (Reprodução Twitter)

Hudson-Odoi agora enfrenta também a acusação de estupro, conforme o boletim de ocorrência. “Um homem foi preso no local por suspeita de estupro. Liberado sob custódia, ele foi intimado a se reapresentar em uma data estabelecida para meados de junho.” O jogador saiu depois de pagar fiança, mas a investigação está em andamento. O Chelsea não quis se pronunciar sobre o caso. As informações são do jornal inglês “The Sun”.

O atacante de 19 anos estava em sua cobertura com a modelo, que havia conhecido na internet, quando a polícia e uma ambulância chegaram pouco antes das 4h. Hudson-Odoi, que testou positivo para coronavírus em exame realizado em março, teria mandado um carro buscar a mulher depois de os dois terem trocado mensagens e combinado se divertirem juntos.

Segundo reportagem do jornal inglês “The Sun”, o jogador pediu que ela fosse à sua casa vestindo apenas lingerie. Os dois se conheceram on-line no dia anterior, e a modelo, cuja identidade não foi revelada, havia mandado várias fotos em que usava apenas calcinha e sutiã. Os paramédicos e os policiais chegaram praticamente juntos, e enquanto Hudson-Odoi foi detido e levado para a delegacia, a mulher foi encaminhada para um hospital depois de relatar que não estava se sentindo bem.

Aos 19 anos, Hudson-Odoi é uma das grandes revelações do futebol inglês (reprodução Instagram)

No início da tarde de domingo, policiais voltaram ao apartamento para interrogar os empregados do jogador. Ao “The Sun”, um vizinho de Hudson-Odoi afirmou que “a modelo chegou ao prédio por volta das 20h de sábado, e ela era tão glamorosa quanto as garotas que você vê no ‘Love Island’”, disse a fonte, referindo-se ao reality show britânico de namoro. “A moça carregava uma bolsa Louis Vuitton muito chique. Depois, só me lembro de o local estar cheio de policiais. Uma área de spa no terraço foi isolada, mas não sei se por causa do mesmo incidente.”

Tags

Em destaque