Carregando

Buscar

Futebol

Zé Roberto diz que iria até os 50 anos, caso tivesse sido treinado por Guardiola

Compartilhe

Zé Roberto teve uma carreira longeva, tendo atuado até os 43 anos de idade. Durante esses anos, passou por clubes como Palmeiras, Grêmio, Real Madrid, Bayern e pela seleção. Com fama de incansável, portanto, Zé afirma que poderia ter ido além.

“Eu gostaria de ter trabalhado com o Pep Guardiola. Se eu jogasse no Barcelona que ele montou – que eu joguei contra e tomei um vareio pelo Bayern de Munique em 2009 -, com só dois toques na bola, em vez de jogar até os quarenta e poucos anos, eu iria até os cinquenta, mais ou menos”, afirmou o ex-jogador.

Foto: Twitter

Ainda em relação a Guardiola, Zé Roberto disse que o treinador se encaixaria perfeitamente na Seleção Brasileira, pela semelhança de estilos de jogo, com padrão mais ofensivo.

Com passagem de sucesso pela Alemanha, o brasileiro comentou sobre a volta do campeonato após a pandemia: “Eu acompanhei Eintracht Frankfurt x Borussia Monchengladbach, e na hora do gol, na comemoração, os jogadores tentavam se conter em relação aos toques, abraços, cumprimentos. E não poder fazer isso no futebol é estranho”, disse.

Porém, em tom crítico, Zé aproveitou a deixa para disparar contra os dirigentes e o retorno das competições: “Acho que a classe dos atletas tem que estar unida e buscar aquilo que a beneficia. Quando um dirigente vira e fala que os treinamentos vão voltar ou os campeonatos, enquanto estamos vivenciando o aumento de contágio e o aumento do número de mortes, ele só pode estar ‘de sacanagem’”, finalizou.

Tags

Em destaque