Carregando

Buscar

Futebol

Federação Portuguesa divulga regras de circulação de pessoas em estádios

Compartilhe

Na contagem regressiva para o retorno da Primeira Liga, previsto para 4 de junho, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vem estabelecendo medidas de segurança diante da pandemia da Covid-19. A mais recente diz respeito à circulação de pessoas nos estádios onde serão realizados os duelos restantes, mais precisamente o número máximo de pessoas trabalhando no local: cada partida não poderá receber mais do que 185 profissionais, e haverá também um limite de credenciados que cada setor receberá. As informações são do “Desporto ao Minuto”.

Estádio da Luz, do Benfica, é o retrato do reinício da Primeira Liga (Divulgação)

Todas as pessoas com acesso à zona técnica terão a temperatura corporal monitorada, com um limite de 85 profissionais. A conta inclui jogadores, comissão técnica, árbitros e demais profissionais necessários à realização do jogo, como médicos e membros da FPF que estejam desempenhando o papel de delegado da partida. No campo de jogo e nas áreas de acesso ao gramado, poderão circular até 125 pessoas das 185 permitidas, mas nem todas poderão se encontrar.

No intervalo e no fim dos jogos, até 15 profissionais terão acesso à área no gramado onde os jogadores costumam dar entrevistas. No entorno do campo, serão no máximo 25 pessoas, incluindo gandulas, fotógrafos, repórteres, cinegrafistas e seguranças. Por fim, as áreas que não dão acesso ao gramado serão ocupadas por veículos de imprensa e de TV, funcionários dos clubes e seguranças, sem poder ultrapassar 60 profissionais.

O planejamento inclui a responsabilidade dos clubes em relação à higienização de todas as áreas de circulação, de acordo com as normas estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Todas as medidas foram elaboradas pela FPF com os departamentos médicos dos clubes da Primeira Liga e, também, da Segunda Liga, a Série B portuguesa, em parceria com profissionais e especialistas de saúde do país.

Tags

Em destaque