Carregando

Buscar

Futebol

Chiellini faz “elogio” a Sergio Ramos em biografia

Compartilhe

Jogador revelou admirar a forma como o espanhol machuca seus adversários

A biografia de Giorgio Chiellini está dando o que falar. Depois de criticar os ex-companheiros Mário Balotelli e Felipe Melo, além de revelar supostos problemas com o álcool do chileno Arturo Vidal, foi a vez de o capitão da Juventus proferir um “elogio” um tanto quanto ácido ao capitão do Real Madrid, Sérgio Ramos.

O zagueiro italiano definiu o merengue como “o melhor zagueiro do mundo”. “Podem dizer que ele é impulsivo, nada tático, que por causa dele o clube sofre 8 ou 10 gols por temporada e se eu causar 2 ou 3, não vivo mais. Que é muito técnico e pode ser um atacante. No entanto, tem duas características que quase ninguém tem “, analisou.

Leia também:

Materazzi elogia José Mourinho e relembra parceria

Nelson Semedo próximo de reforçar a Juventus

Ingleses querem brasileiro destaque do Benfica

O primeiro é ser decisivo em partidas importantes “com intervenções além de qualquer lógica, mesmo com lesões que ele causa com astúcia quase diabólica”. Nesse sentido, ele se lembra da final da Liga dos Campeões de 2018: “O lance com Salah foi um golpe de mestre. Ele, o mestre Sergio, sempre dizia que não fazia isso de bom grado, mas sabia que estava caindo daquele jeito e, sem sair do controle, nove em cada dez vezes você pode quebrar o braço do seu oponente”.

A segunda grande característica, para Chiellini, é a força que transmite com sua presença. “Sem ele, estrelas como Varane, Carvajal e Marcelo parecem crianças do time da escola”, brincou o zagueiro. “Sem Ramos, o Real Madrid se torna um time indefeso.” Chiellini cita nessa parte a derrota contra o Ajax de 2019: “Depois do primeiro jogo, eles o puniram com duas partidas de suspensão, pois ele foi autêntico, dizendo que na vida você tem que fazer escolhas, admitindo ter forçado o cartão para chegar às quartas de final ‘limpo’. Com ele no Bernabéu, podem ter certeza de que os merengues não perderiam três gols de diferença. Aposto o que quiserem”, finalizou.

Tags

Em destaque