Carregando

Buscar

Futebol

Cazares não fica no Brasil, diz agente. “O presidente de vocês é maluco”

Compartilhe

Juan Cazares não veste mais a camisa do Atlético-MG ao fim de seu contrato, e quem garante é o agente do jogador. “Cazares não renova. A ideia é sair, então não há renovação. O ciclo dele no Atlético se encerrou”, disse Jorge Marino em entrevista ao Uol, confirmando que o meia-atacante equatoriano não quis conversar sobre estender o acordo quando foi procurado no fim de 2019. “Mas eu sempre falo com o clube. Sempre.”

No fim do ano passado, o procurador de Cazares no Brasil, André Cury, é quem mantinha contato com a diretoria atleticana. Agora, no entanto, Marino tomou as rédeas da situação e, mais do que afirmar que o jogador não continua na Cidade do Galo, deixou claro que ele não fica no Brasil. “Estamos conversando para procurar uma oferta, mas não há nada de Corinthians ou de qualquer outra equipe brasileira. O Brasil não tem dinheiro, e o presidente de vocês é muito maluco”, bradou o agente, referindo-se a Jair Bolsonaro.

Com contrato até 31 de dezembro de 2020 com o Atlético-MG, Cazares poderá assinar um pré-contrato a partir de julho deste ano. Sem propostas no momento, o equatoriano entrou na mira do Al-Ain, da Arábia Saudita, no começo da temporada, mas o clube mineiro não aceitou a proposta de US$ 2,8 milhões (cerca de R$ 16,4 milhões na cotação atual). Queria US$ 3 milhões (R$ 17,6 milhões, aproximadamente). E Marino “não se sabe ainda” quanto a diretoria alvinegra vai pedir na próxima janela de transferências.

Tags

Em destaque