Carregando

Buscar

Futebol

Polícia investiga suposta fraude de Jorge Molina, atacante do Getafe, em partida contra o Villarreal

Compartilhe

Na última quinta-feira, o jornal “Marca” divulgou novas informações sobre o “caso Oikos”, envolvendo agora Jorge Molina, jogador do Getafe. A polícia da Espanha solicitou à Unidade de Crimes Especializados e Violentos (Udev) que acelerasse a intervenção nos celulares dos investigados, e conseguiu as mensagens necessárias para encontrar novos personagens da possível fraude. 

Carlos Aranda e Paco Esteban são os principais suspeitos nas fraudes de resultados do Campeonato Espanhol – Foto: Reprodução/Internet

Nos relatos telefônicos de Jorge Molina; do ex-jogador do Elche Francisco Esteban Granados; e de Miguel Ángel Tena, técnico das categorias de base do Villarreal, foram encontrados relatos sobre uma possível venda de resultados da partida entre Getafe e Villarreal.

O pedido partiu de Carlos Aranda, ex-jogador espanhol, a Paco Esteban, para que este entrasse em contato com Molina e perguntasse sobre a situação do confronto entre os times. O intuito era avaliar a possibilidade de apostas no jogo. O Getafe, no entanto, precisava da vitória contra o Villarreal para garantir uma vaga na Liga dos Campeões. 

De acordo com a Udef, o primeiro contato via WhatsApp considerado suspeito ocorreu em 17 de maio, um dia antes da disputa. Aranda enviou a Esteban: “Descubra se eles já fizeram, e mandarei uma boa quantia para passar o verão”. Na mesma conversa, o ex-jogador espanhol sugere que 10 mil euros seriam dados a Esteban e, também, a Molina.

Supostamente após falar com o jogador do Getafe, Esteban ligou para Aranda e disse que “dois milhões foram dados a sete jogadores do Villarreal”. Na resposta, o ex-atacante diz que “o Getafe precisa vencer, senão vai facilitar para o Villarreal”.

Os nomes de Tena (Ángel Tena, presidente do Getafe) e Sevillano (Domingo Sevillano Hernández, empresário de Molina) foram citados. “Jorge Molina tem Sevillano como seu representante, e Sevillano tem Tena lá”, Arana disse durante a conversa.

No mesmo áudio, o jogo entre  Valladolid e Valencia também é citado, aumentando a suspeita de que, além de Getafe e Villarreal, outro resultado foi comprado pelo grupo. Todos com relação à Liga dos Campeões.

Veja as conversas divulgadas:

Conversas entre Carlos Arana e Paco Esteban – Foto: Jornal Marca

O Campeonato Espanhol abriu uma investigação confidencial e já conseguiu uma acusação no “caso Oikos”. A Liga adotará as medidas legais necessárias para esclarecer os fatos investigados. Os responsáveis se manifestaram e disseram que o compromisso com a integridade da competição é uma regra fundamental das ações, e que deve sempre ser respeitada. 

O Getafe se manifestou nas redes sociais e disse que não sabia de tais pagamentos envolvendo o Villarreal. Segundo o “Marca”, Jorge Molina, principal envolvido, está “calmo e sabe que a inocência é a principal arma de todas as acusações”. O clube divulgou um comunicado apoiando o jogador e negando as acusações feitas.

O clube, presidido por Ángel Torres, quer se distanciar de todo esse caso de manipulação de resultados e se concentrar exclusivamente no Espanhol para seguir lutando e conquistar vagas nos campeonatos desejados. 

Declaração oficial do Getafe:

“Dada a divulgação das notícias que surgiram em relação ao suposto envolvimento de nosso jogador, o Sr. Jorge Molina, com uma suposta manipulação de resultados, o GETAFE CF, a SAD quer oferecer seu apoio incondicional e lamentar a grave violação de seu direito fundamental presunção de inocência, e queremos espalhar uma mensagem de rejeição e negar categoricamente qualquer implicação relacionada a esse assunto e a esse tipo de conduta. A divulgação de tais notícias infundadas e injustificadas prejudica a imagem de nosso jogador e seu ambiente pessoal e familiar, e por extensão à entidade e, portanto, declaramos que o clube se reserva o direito de praticar qualquer ação civil ou criminal que possa corresponder às pessoas físicas ou jurídicas que dão ou fornecem credibilidade, faça comentários ou ajude a disseminar demonstrações sérias, gratuitas e repreensíveis por qualquer meio ou meio de comunicação e que busquem relacionar nosso Jogador ou o clube ao referido assunto.

“O Getafe CF condena publicamente esse tipo de conduta e não tolerará que sua reputação seja manchada, nem sua integridade será questionada.”

Tags

Em destaque