Carregando

Buscar

Futebol

Elenco do Elche boicota treinamento como forma de protesto

Compartilhe

O elenco do Elche, da segunda divisão espanhola, decidiu boicotar o treino da manhã desta quarta-feira em forma de protesto contra o corte salarial de 70%. Os atletas não apareceram no Estádio Martínez Valero e informaram à diretoria que só retornarão aos treinamentos assim que o reajuste for reconsiderado. 

Foto: Reprodução/Instagram

Segundo informações do jornal “As”, os jogadores não estão de acordo com o corte nos vencimentos, visto que outros funcionários já tiveram os pagamentos renegociados. Além disso, o elenco se preocupa com as condições de saúde e segurança com o desejo de retornar o campeonato rapidamente.

Os treinamentos foram retomados na última semana, quando todos os jogadores foram testados para a Covid-19. A rotina permaneceu normal até a última terça-feira, pois esperaram que o Elche revisse as condições de trabalho impostas em meio à pandemia – o que não ocorreu. 

O clube espanhol solicitou ao governo um Expediente de Regulação Temporária de Emprego (ERTE), mecanismo que permite aos empregadores alterar os contratos temporariamente devido a problemas financeiros, no mês de abril. A jornada de trabalho foi reduzida em 30%, bem como os pagamentos. 

Diante dos cortes, o elenco teria expressado seu incômodo em seguir com a redução tão expressiva enquanto se preparam para o retorno das competição durante uma reunião com a diretora geral Patricia Rodríguez. A revolta dos jogadores é devido às condições complicadas, como maratonas de jogos e com a possibilidade de extensão automática de contrato de alguns, de acordo com a publicação. 

A comissão técnica também questionou à diretoria, pois seus profissionais estão trabalhando muito mais do que os 30% da jornada como foi combinado. Patrícia, por sua vez, informou ao “As” que as negociações seguem abertas, mas que os responsáveis também seguem com a mesma redução salarial do elenco. 

Tags

Em destaque