Carregando

Buscar

Futebol

Cruzeiro atrasa dois meses de salários, afirma jornal

Compartilhe

Com a crise da Covid-19, diversos clubes vem sofrendo dificuldades financeiras. Com o Cruzeiro, que já passava por isso antes mesmo do vírus, a situação se dramatizou. Segundo o site “Otempo”, a folha salarial do elenco está atrasada em dois meses, e a de funcionários falta um vencimento. Ainda conforme a fonte, o conselho gestor reconhece o problema, e afirma que não medirá esforços para quitar as dívidas antes de sair do clube, isto porque, no dia 21 de maio, terá eleição para definir uma nova gestão.

Foto: Twitter

Para se entender a dimensão da crise financeira encarada pela Raposa, basta voltar um ano, quando o clube viveu seu maior pesadelo, sendo rebaixado e com escândalos envolvendo lavagens de dinheiro pela direção. Neste ano, o orçamento previsto é de apenas R$ 80 milhões para toda a temporada, o que espremeu bastante as possibilidades da equipe. Com a paralisação do futebol, as receitas vindo dos sócios, dos direitos televisivos e das bilheterias reduziram a quase zero. O Cruzeiro se vira desde então para tentar deixar em dia seus salários.

“Estamos focados para quitar (os salários) antes do Conselho Gestor afastar. As receitas reduziram demais, inclusive sócio-torcedor e sócios das sedes, pela pandemia. É muito difícil, mas vamos correr atrás”, afirmou Saulo Fróes, dirigente da Raposa.

Uma das medidas para tentar amenizar as dificuldades foi a redução em 25% dos salários da equipe. Ainda assim, há sérios obstáculos para a diretoria encontrar fontes para arcar com os 75% a serem honrados.

Tags

Em destaque