Carregando

Buscar

Futebol

Flamengo pensa em volta aos treinos mesmo com 13% de infectados pelo Covid-19

Compartilhe

Três atletas do elenco principal foram infectados e estão em quarentena

O Flamengo deseja retornar aos treinos no Ninho do Urubu na próxima semana, mesmo com 38 testes positivos para Covid-19, dos 293 feitos. O número reflete cerca de 13% de infectados, sendo três deles jogadores do elenco principal do clube, cujos nomes não foram revelados.

Os números preocupam, mas o Flamengo acredita ter os protocolos necessários para a volta, sem que ninguém seja colocado em risco. Pensando ao máximo em não infringir as regras de isolamento social estabelecidas pelo governo, o departamento jurídico do clube se cerca de todas as garantias necessárias para a volta.

Leia também:

Internet não perdoa forma física de Suárez em sua reapresentação e o uruguaio rebate

Fred volta a animar torcida do Fluminense

Ex-companheiro de Ibrahimovic reveça que sueco odiava Cavani

Na última quarta-feira, o técnico Jorge Jesus teve uma reunião com sua comissão técnica e médica onde definiram formatos e as diretrizes dos treinamentos. Agora, o clube aguarda apenas se acertar com as autoridades para garantir o retorno das atividades.

Leia a nota oficial do Flamengo:

O Clube de Regatas do Flamengo, de forma a garantir a maior segurança de seus atletas, comissão técnica e funcionários do Departamento de Futebol, realizou uma ampla mobilização para efetuar testes do novo coronavírus, que causa a COVID-19.

 Entre os dias 30 de abril e 3 de maio, foram realizados 293 testes alcançando, além de 100% de todos estes colaboradores, muitos familiares próximos dos jogadores.

Estes exames na totalidade do elenco e nos colaboradores estão em linha com as melhores práticas recomendadas pela OMS, superando inclusive o que acontece em países de sucesso no combate à pandemia.

 Os resultados dos exames saíram nesta terça-feira (6), sendo:

  1. Dos 293 examinados, 38 testaram positivo, mesmo sem sintomas, sendo os chamados “positivos assintomáticos”. Foram detectadas 11 pessoas que já tinham tido o contato com o vírus previamente, sem sintomas, e já se encontravam com anticorpos IGG positivos.

  2. Dos 38 que mostraram reação ao vírus, tivemos seis funcionários do grupo de apoio do Flamengo, dois funcionários de empresas terceirizadas que prestam serviços regulares para o clube, 25 familiares ou pessoas que trabalham em residências de funcionários e jogadores e três atletas do elenco principal; outros dois jogadores apresentaram anticorpos IGG positivos.

 Para os que testaram positivo, todos assintomáticos, as providências serão isolamento e quarentena, acompanhamento diário com questionários sobre sinais vitais e evolução, além de novas dosagens seriadas dos pacientes e contactantes até a resolução dos casos.

 Os atletas que tiveram familiares ou funcionários com testes positivos entrarão em quarentena, com acompanhamento diário com questionários sobre sinais da doença e novas testagens. Em caso de novos testes negativos, serão integrados ao trabalho em prazo seguro ou, em caso de testagem positiva, seguirão, a partir de então, o padrão de conduta dos que já testaram positivo.

 Por fim, o Flamengo reafirma que está trabalhando em total sintonia com as autoridades governamentais de forma a, com toda a responsabilidade e segurança, colaborar com o importante retorno às atividades do futebol no menor prazo possível.

Tags

Em destaque