Carregando

Buscar

Futebol

Jorge Jesus: “Tenho dois meses para decidir minha vida”

Compartilhe

Após férias coletivas, Jorge Jesus retornou ao Rio de Janeiro com a difícil missão: definir sua vida. Com o fim de contrato em menos de dois meses, o treinador do Flamengo concedeu uma entrevista a jornalistas no aeroporto de Portugal e declarou estar analisando o que fará com relação à renovação com o Rubro-negro carioca.

O português deixou claro que não tomou nenhuma decisão ainda e que viverá o dia-a-dia para saber se irá ou não renovar o vínculo. Ainda afirmou que não há outro projeto em mente, a não ser o do Flamengo. 

“Neste momento não tenho nada em mente, tenho que viver o dia-a-dia para saber o que vai acontecer em função desta epidemia e decidir. São dois meses aí até para os dirigentes do Flamengo decidirem o que é melhor para eles. Sentimos que criamos uma grande equipe e isso é um dos fatores que me motivam muito mais a continuar, além da forma como também tenho sido tratado. Tenho dois meses para decidir a minha vida”, desabafou o campeão da Libertadores.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Jesus ainda acrescentou sentir uma vontade grande por parte do clube em manter o seu trabalho, o que é determinante. Para ele, pesará na sua escolha o carinho do Flamengo e também da Nação Rubro-negra.

“Quando há uma negociação tem de haver um acordo de ambas as partes. Sinto que o Flamengo me quer muito e isso para mim é determinante, ter um clube que me quer muito. Assim como ter a nação do Flamengo com a mesma ideia, isso será determinante para a minha decisão”

Jorge Jesus foi questionado também sobre uma possível redução salarial. O português não descartou que isso possa acontecer em meio à crise vivida mundialmente e não apenas no futebol brasileiro e também disse que não é a questão principal no momento para que decida sua vida.

“Neste momento não é isso que está em questão. Não sou diferente dos outros. Isso está a acontecer em todo o mundo, com todos os profissionais de outras áreas. Portanto, comigo também será discutido”.

Tags

Em destaque