Carregando

Buscar

Futebol

Cruzeiro anuncia corte de salários de jogadores e funcionários

Compartilhe

Visando à economia durante a quarentena, Raposa corta 25% dos vencimentos e suspende contratos

O Cruzeiro anunciou nesta sexta-feira a redução salarial de 25% de jogadores, comissão técnica e funcionários. O clube já vinha demonstrando essa vontade desde abril, mas estava aguardando o fim das férias coletivas para aplicar a medida, que visa à economia no momento de pandemia por conta do Covid-19. Outra medida anunciada foi a suspensão de alguns contratos de trabalho de pessoas do administrativo.

Em Minas Gerais, o Atlético-MG já tinha adotado a medida de redução salarial, cortando os salários de quem ganha acima de R$ 5.000, incluindo jogadores e comissão técnica. O Cruzeiro, por sua vez, espera reduzir em R$ 800.000 mensais ao adotar os cortes.Com a paralisação do futebol, a Raposa, assim como os outros clubes brasileiros, vem sofrendo com a queda nas receitas sem bilheteria, patrocínios e cotas de TV.

Leia também:

CBF estuda sede única e tenta manter formato do Campeonato Brasileiro feminino

Pablo Marí: “Gosto da ideia de não dar mais voltas e mais voltas”

Vasco divulga balanço de 2019 com prejuízo

O corte faz parte de uma estratégia do clube mineiro, que pretende evitar os atrasos nos salários dos jogadores e funcionários. O elenco profissional ainda tem pendências a receber, pois o salário de março ainda não foi pago, e a diretoria busca recursos para quitar a dívida. Os demais funcionários estão com os pagamentos em dia.

Tags

Em destaque