Carregando

Buscar

Futebol

CBF estuda sede única e tenta manter formato do Brasileirão feminino

Compartilhe

Séries A1 e A2 foram paralisadas há um mês, quando estavam em andamento

Em razão da pandemia mundial do coronavírus, todos os campeonatos nacionais e estaduais estão suspensos desde o dia 15 de março pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Isso inclui o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, que estava em andamento nas Séries A1 e A2.

A CBF estuda diversos cenários para a retomada das competições, e a intenção é manter os formatos de ambas as disputas, admitindo, porém, a possibilidade de volta com sede única, de acordo com o supervisor do futebol feminino da entidade, Romeu Castro.

Leia também:

Vasco divulga balanço de 2019 com prejuízo

Internacional anuncia volta aos treinos com testes de coronavírus

Reunião com clubes define retorno do Campeonato Inglês

“Estudamos vários cenários no momento. Não creio que teremos mudanças no formato, mas realizar os jogos em sedes únicas é também uma possibilidade. Agora, são apenas estudos e projeções hipotéticas. A intenção principal é manter as competições conforme os formatos originais. Temos que aguardar as definições das autoridades competentes e a evolução da situação em cada estado”, analisou

O Ministério da Saúde posicionou-se favorável ao retorno do futebol, sugerindo que a CBF garanta a avaliação constante de atletas, comissões técnicas e funcionários, assim como familiares e contatos próximos, ressalvando que a disponibilização de testes rápidos no sistema de saúde está saturada.

Tags

Em destaque