Carregando

Buscar

Futebol

Palmeiras reduz salários de atletas e funcionários

Compartilhe

Decisão afeta salários de maio e junho registrados na carteira. Direitos de imagem de abril e maio serão parcelados

Por conta da pandemia do coronavírus, o mundo do futebol foi revirado de cabeça para baixo e clubes de diversos países vêm sofrendo com a crise financeira. No Brasil não é diferente e o Palmeiras divulgou na tarde desta quinta-feira um comunicado onde anuncia a redução de cerca de 25% dos salários dos jogadores, diretores e comissão técnica.

A medida afetará os rendimentos registrados nas carteiras de trabalho dos funcionários e os envolvidos concordaram com o corte. Já a quantia referente aos direitos de imagem dos atletas nos meses de abril e maio serão parcelados, com o primeiro mês sendo pago entre agosto e dezembro de 2020 e o segundo pago entre janeiro e junho de 2021.

Leia também:

Segundo PVC, projeto do Newcastle não impressiona Jorge Jesus

Corinthians reduz vencimentos dos funcionários em 70%

Gaciba garante uso do VAR no Brasileirão de 2020

Segundo a nota, a medida foi acertada em conjunto com elenco, comissão técnica e os departamentos financeiro e jurídico. Os demais funcionários farão parte de outro acordo, ainda a ser elaborado pela diretoria.

Alguns expoentes do elenco alviverde comentaram sobre a decisão, como o treinador Vanderlei Luxemburgo e líderes do elenco, além do presidente Maurício Galiotte.

“Vivemos um momento de uma crise de grandes proporções no mundo. Vários segmentos estão sendo afetados e com o futebol não é diferente. Existem situações em que disposição e comprometimento são imprescindíveis para se chegar a um bom termo. Temos que pensar no todo para conseguirmos avançar em direção a um benefício maior. A maturidade do nosso elenco foi fundamental para que chegássemos a uma solução boa para todos”, comentou o presidente.

Tags

Em destaque