Carregando

Buscar

Futebol

Newcastle vê sua venda a fundo saudita ameaçada

Compartilhe

O governo britânico parece ter se intrometido na venda milionária do Newcastle para fundo saudita e o motivo é grave. Segundo Clive Betts, há indícios de transmissões piratas de partidas da liga inglesa para o Oriente Médio.

Antes de mais nada, foi destacado por membros do governo de que a competência para apuração de crimes envolvendo direitos televisivos é da própria federação responsável pela liga.

Apesar disso, o governo não se furtou de investigar uma situação de mais valia não só para a federação, como para a economia do país , que tem no futebol seu principal atrativo esportivo.

A denúncia partiu de uma das detentoras de direitos televisivos para a praça do Oriente Médio, a catariana Bein Sports. Eles se viram injustiçados ao concorrer deslealmente com uma empresa que transmite os mesmos jogos que eles sem pagar nada por isto. Além disto, destaca-se que Catar e Arábia Saudita são países sem nenhuma relação diplomática.

Sobre diplomacias, a venda dos ativos do clube para os árabes já causou um burburinho em toda a Inglaterra, por a mesma condenar as diversas violações aos direitos humanos cometidos pelo regime árabe, como sua participação direta na guerra do Iêmen e da morte do jornalista Jamal Khashoggi dentro da embaixada saudita na Turquia.

Diante de toda essa polêmica, a operadora saudita Arabsat tratou de negar que faça uso de transmissões ilegais na sua frequência. Apesar disso, a BeoutQ, canal que está sendo acusado, não emitiu nenhuma nota sobre o caso.

 

Sobre a venda dos ativos do clube para o fundo saudita, destaca-se que já houve um adiantamento não reembolsável no valor de 17 milhões de libras (aproximadamente 111 milhões de reais), sendo a proposta um total de 300 milhões de libras (1,96 bilhão de reais).

O Newcastle mira, com esse dinheiro, estar entre os melhores da liga inglesa, e prevê a contratação de grandes craques do mercado europeu, dentre eles, Coutinho, Cavani e Griezzman.

Tags

Em destaque