Carregando

Buscar

Futebol

Relembre casos de jogadores que deram azar na Seleção, mas arrebentaram em seus clubes

Compartilhe

A seleção brasileira sempre foi servida de craques. Muitas vezes bons jogadores ficaram de fora das convocações devido à quantidade de opções disponíveis. Relembre alguns casos:

1 – Túlio

img
Foto: Reprodução/Lance

Túlio, sem dúvidas, foi um grande artilheiro, mas era difícil competir com Ronaldo Fenômeno, Romário, Edmundo, entre outros. Enquanto esteve na Seleção, o atacante correspondeu com 13 gols em 15 jogos.

2 – Luizão

img

Luizão é ninguém menos que o brasileiro com mais gols na história da Copa Libertadores. Assim como Túlio, sofreu com a concorrência. Jogou 17 jogos pela Seleção e balançou as redes em apenas três oportunidades.

3 – Roberto Dinamite

img

Roberto Dinamite foi um grande artilheiro ao longo da carreira. No time canarinho, fez 20 gols em 38 partidas, mas muitos especialistas dizem que o técnico da Seleção, Telê Santana, não gostava do jogador. Nas duas Copas que disputou, Roberto marcou gols, mas começou como reserva.

4 – Fernandão

img

Fernandão é, para muitos, o maior ídolo da história do Internacional. O jogador, entretanto, não tinha espaço para jogar no ataque do time do Brasil e disputou apenas uma partida, em 2005.

5 – Alex

Alex é um dos nomes mais citados quando lembram de grandes atletas que não jogaram uma Copa do Mundo. Mas era muito difícil ter um espaço na Seleção na época em que Alex viveu seu auge. Na ocasião da foto, Alex foi capitão e camisa 10 da seleção olímpica em 2000.

Tags

Em destaque