Carregando

Buscar

Futebol Top Players Top Teams

Tragédia de Hillsborough completa 31 anos

Compartilhe

As famílias das vítimas lutam por justiça até hoje no caso que mudou o futebol inglês para sempre

Nesta quarta-feira, 15 de abril, a maior tragédia da história do futebol inglês, que resultou na mudança do formato da competição para o que se conhece atualmente, completa 31 anos hoje. A “tragédia de Hillsborough” foi o nome dado ao desastre que aconteceu no jogo entre Liverpool e Nottingham Forrest, pela final da Copa da Inglaterra de 1989. Por causa da superlotação de um setor do estádio, 96 torcedores morreram pisoteados, esmagados e asfixiados.

O ex-secretário do Sheffield Wednesday e proprietário do estádio de Hillsborough, Graham Mackrell, foi o único condenado pelo desastre até hoje e teve como punição o pagamento de uma multa no valor de 7.500 euros. Em novembro do ano passado, o policial responsável pela segurança do jogo foi inocentado pelo massacre, o que revoltou as famílias das vítimas.

O Liverpool se manifestou em suas redes sociais com homenagens aos falecidos no incidente e àqueles envolvidos na tragédia. O técnico Klopp e capitão Henderson gravaram vídeos representando o elenco e o clube nesse dia tão triste para o futebol inglês. 

Relembre o caso:

O jogo entre Liverpool e Nottingham Forrest pela final da Copa da Inglaterra tinha acabado de começar, quando o árbitro da partida foi obrigado a encerrar o jogo que mudaria a história do futebol inglês. A decisão seria retomada quase um mês após a tragédia, mas as feridas causadas durariam para sempre.

img
Photo Credit: Getty Images

Por um problema de infraestrutura, pois apenas uma das sete catracas destinadas à área do acidente estaria funcionando, a polícia resolveu abrir um dos portões para facilitar a entrada dos torcedores, porém acabou perdendo o controle do fluxo de pessoas.

Com isso, a arquibancada ficou superlotada e as pessoas começaram a subir nas grades para fugir da aglomeração. A polícia demorou a entender o problema, e, achando que se tratava de uma invasão de campo, começou a conter os torcedores que tentavam pular para o gramado. Quem não conseguiu pular, acabou ferido ou morto.

A tragédia então deu vida ao chamado Relatório Taylor, conjunto de regras para se torcer e construir estádios, responsável por transformar a Inglaterra em um modelo de segurança no futebol. Hoje não se pode assistir a um jogo em pé no país e todos os estádios contam com uma cadeira por pessoa. Além disso, as grades que separam as arquibancadas dos campos foram proibidas.

Tags

Em destaque