Carregando

Buscar

Futebol Top Players

Titanic 108 anos: Veja carreiras que também foram por água abaixo

Compartilhe

No dia 15 de abril de 1912, o maior acidente marítimo do século 20 acontecia nas frias águas do Atlântico Norte. O navio Titanic, mais moderno de sua época, colidiu com um iceberg e afundou, matando diversos tripulantes. Resolvemos separar carreiras promissoras que, por diversos motivos, também foram por água abaixo:

1 Adriano 

img
Flamengo/Divulgação

O eterno Imperador da Inter de Milão e do Flamengo talvez seja o jogador que alcançou o maior destaque dentre todos da lista. Tendo tido sua última temporada em alto nível em 2010, com 28 anos, o jogador teve um declínio impressionante na carreira após a perda de seu pai. Seu último ano de destaque foi em 2009.

Após rescindir seu contrato com o time italiano por conta de uma depressão, o jogador voltou ao Brasil e conquistou o Campeonato Brasileiro com o Flamengo, sendo o artilheiro da competição.

2 Jóbson

img
Instagram

O ex-jogador do Botafogo foi destaque do clube em 2009, salvando o Glorioso do rebaixamento. No ano seguinte, o primeiro caso de doping veio à tona. Após outros casos de doping e problemas com drogas e álcool, Jóbson foi deixado de lado pelos grandes clubes, tendo passado inclusive pela cadeia.

3 Bruno

img

O ex-goleiro do Flamengo, campeão brasileiro em 2009 e cotado para jogar na Europa e na seleção brasileira, se envolveu em um assassinato em 2010. Bruno foi condenado por mandar matar a mãe de seu filho, Eliza Samúdio, e ocultar o cadáver. Após cumprir parte da pena, o jogador recebeu autorização da Justiça para trabalhar no Rio de Janeiro e seu empresário afirma que já tem um novo clube para o atleta. 

4 Walter

img
Goiás/Divulgação

O atacante revelado pelo Internacional sempre chamou a atenção pela sua força e qualidade com a bola nos pés. Porém a balança sempre foi o maior obstáculo na carreira de Walter. Por não conseguir se manter no peso ideal, o jogador foi perdendo cada vez mais espaço, vendo seu desempenho cair vertiginosamente.

5 Cicinho

img
Instagram

Considerado à época o sucessor de Cafú na seleção brasileira, o lateral-direito teve uma ascensão meteórica na carreira. Após uma grande passagem pelo São Paulo, o jogador foi comprado pelo Real Madrid dos “Galácticos”. Jogou a Copa do Mundo de 2006, mas os problemas com o álcool aconteceram, e o próprio jogador conta que já não conseguia mais render por conta do alcoolismo. 

Tags

Em destaque