Carregando

Buscar

Futebol

Moraes Moreira, autor da música da despedida de Zico, morre aos 72 anos

Compartilhe

O compositor e um dos líderes do conjunto "Novos Baianos" era um torcedor fanático do Flamengo

O cantor e compositor baiano Moraes Moreira foi encontrado morto, na madrugada desta segunda-feira, em sua casa. Aos 72 anos, ele morava na Gávea, Rio de Janeiro, e o corpo foi achado por uma funcionária familiar. A causa de sua morte ainda não foi revelada. Rubro-negro fanático, escreveu músicas que ilustraram diversos momentos da história do seu clube de coração.

“Foi encontrado em casa morto, no Rio de Janeiro. A gente não sabe direito o que ocorreu. Nem eu, nem as irmãs sabemos. Foi na madrugada. A emprega foi limpar o apartamento e encontrou ele morto. Ele morava só ultimamente. Só sei disso por enquanto”, disse Eduardo Moraes, irmão do cantor, em entrevista ao “G1“.

Leia também:

Fla vai ganhar até BBB: Gabigol reitera torcida por Babu

Esposa de Éverton Ribeiro anuncia gravidez nas redes sociais

Ex-presidente do Botafogo provoca o Flamengo e cobra dívida milionária

“E agora como é que eu me viro, nas tardes de domingo, sem Zico no Maracanã?”, dizia a letra da canção que o cantor fez quando o maior ídolo da história do rubro-negro carioca partiu para a Itália.

Em 1979, Moraes Moreira produziu um clipe da música “Vitorioso Flamengo” onde aparecia, no vestiário, jogadores do elenco do Flamengo como Zico, Paulo César Caju e cia.

O Flamengo se pronunciou em suas redes sociais, lamentando a perda do ilustre torcedor rubro-negro.

img
Photo Credit: Twitter/Flamengo
Tags

Em destaque