Carregando

Buscar

Futebol Top Teams

Chocolate na Páscoa: reveja goleadas históricas no futebol brasileiro

Compartilhe

Em pleno domingo de Páscoa, com chocolate à vontade, relembramos algumas goleadas históricas em clássicos do futebol brasileiro

Botafogo 6 x 0 Flamengo (1972)

Em novembro de 1972, Botafogo e Flamengo se enfrentaram pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro. Com “apenas” 46 mil torcedores no estádio, e poucos dias antes do aniversário do rubro-negro, o rival de General Severiano aplicou a goleada que ficaria marcada na memória do maior ídolo da história do Flamengo: Zico. Depois do chocolate, a torcida do Glorioso levou por 9 anos a faixa com o placar, até que o rubro-negro conseguiu devolver a goleada.

Flamengo 6 x 0 Botafogo (1981)

Depois de 9 anos, Zico afirmou que “não aguentava mais” entrar em campo toda vez que ia enfrentar o Botafogo, e olhar aquela faixa. Devolver o placar era uma questão de honra para o camisa 10. Até que o dia da revanche chegou. Pelo Campeonato Carioca de 1981, o Flamengo terminou o primeiro tempo vencendo por 3×0, e Zico diz que chegou no vestiário motivando os companheiros. “Hoje é a nossa chance!” gritava o capitão rubro-negro. Depois de conseguir 5×0, o jogo caminhava para o fim, e a torcida do Flamengo gritava no Maracanã: “Queremos seis!”. Foi então que faltando três minutos para o fim da partida que o meia Andrade marcou o sexto gol, lavando a alma dos flamenguistas, que nunca mais veriam a faixa na torcida alvinegra.

Palmeiras 4 x 0 Corinthians (1993)

O Campeonato Paulista de 1993 foi histórico para o Palmeiras. O timaço montado por Vanderlei Luxemburgo tirou o verdão da fila de 17 anos sem títulos. E foi com estilo, com uma goleada de 4 a 0 em cima de seu maior rival, o Corinthians. Com gols de Zinho, Evair e Edilson no tempo normal, e mais um de Evair na prorrogação, o Palmeiras deu um chocolate que seria lembrado até hoje pela reunião de grandes jogadores que era o time palestrino.

Cruzeiro 6×1 Atlético-Mg (2011)

Pelo Campeonato Brasileiro de 2011, o Cruzeiro aplicou a sua maior goleada no clássico mineiro. A partida poderia decretar o rebaixamento do time celeste, mas o que acabou acontecendo foi o oposto: o Cruzeiro se livrou do rebaixamento e fez história aplicando um chocolate que até hoje é cantado pela sua torcida no Mineirão.

Grêmio 5×0 Internacional (2015)

Pelo Campeonato Brasileiro de 2015, na 17ª rodada, tivemos um Gre-Nal que entrou para a história. Em pleno dia dos pais, o tricolor de Luan, Giuliano e cia aplicou um sonoro 5 a 0 em seu maior rival. Com gols de Luan, Fernandinho e Giuliano, o Grêmio afundaria seu rival, que estava com técnico interino, em uma grande crise.

Corinthians 7×1 Santos (2005)

Pelo Campeonato Brasileiro de 2005, o Corinthians enfrentou o Santos pela 37ª rodada. Ainda atravessados pelas derrotas que aconteceram durante a chamada “Era Robinho”, o Corinthians de Tévez aplicou uma goleada histórica no rival da baixada santista. Com três gols do argentino e dois de Nilmar, o Corinthians lavou a alma de seus torcedores e ainda sairia campeão do Brasil naquele ano.

Vasco 5×1 Flamengo (2000)

Pela final da Taça Guanabara, em pleno domingo de Páscoa, o Vasco aplicou uma humilhante goleada em seu maior rival. Inflamados pelo ex-dirigente vascaíno Eurico Miranda, que distribuiu 40 mil ovos de chocolate para os torcedores presentes no Maracanã, que viram uma atuação de gala do baixinho Romário, que marcou três gols contra seu ex-clube, que ele havia deixado um ano antes, além de Pedrinho, que também marcou e provocou os rubro-negros com pedaladas desconcertantes.

Tags

Em destaque