Carregando

Buscar

Futebol

“Um dos melhores Gre-Nais”: Vice do Grêmio sobre confronto polêmico

Compartilhe

O vice-presidente do Grêmio está preocupado com as punições que o clube pode sofrer pelas expulsões no Gre-Nal da Libertadores. A partida, que marcava o primeiro clássico gaúcho na competição, terminou empatada, com oito cartões vermelhos e briga generalizada.

Em entrevista à Zero Hora, Nestor Hein disse que está “com medo do possível rigor excessivo da Conmebol na hora da sanção” e que ainda houve uma “supervalorização do fato”. Para ele, foi um dos melhores Gre-Nais dos últimos dez anos.

“Nos causa certo medo. Existe uma supervalorização daquele fato. Não é algo que se deva aplaudir, mas foi um dos melhores Gre-Nais dos últimos dez anos, que no final os jogadores acabaram se desentendendo. Quanto mais cedo for definido, melhor”

Nestor Hein

Caio Henrique, Luciano, Pepê e Paulo Miranda foram os jogadores gremistas envolvidos e apresentaram suas respectivas defesas no último dia 30. No entanto, a entidade ainda não deu nenhuma resposta e isso pode significar um gancho pesado ao Tricolor, de acordo com o Hein. 

Para o vice-presidente, os clubes brasileiros têm maiores dificuldades com a Conmebol e ainda criticou a falta de influência da CBF. “É uma entidade que nos preocupa”.

“O Grêmio recebeu as tipificações em relação às atitudes dos jogadores e fez a sua defesa. Nosso carro chefe é o que o Grêmio tem sido o mais disciplinado da América do Sul. Explicamos que não somos um time violento. O histórico pacifista foi ressaltado”

Nestor Hein

O segundo Gre-Nal válido pela Libertadores seria disputado no dia 8 de abril, com mando de campo do Colorado, caso os jogos não fossem suspensos pela pandemia de Covid-19. Ainda não há uma nova data para a partida. Os clubes seguem aguardando um posicionamento da Conmebol sobre os novos dias e as punições que sofrerão. 

Tags

Em destaque