Carregando

Buscar

Futebol

Missão impossível: Nove atletas que o Barcelona quer se ‘’livrar’’

Compartilhe

No dia 30 de junho, o Barcelona terá o retorno de sete jogadores emprestados. Emerson, emprestado ao Betis, e Miranda, ao Schalke 04 têm mais um ano de contrato e são problemas menos urgentes. Vamos aos casos:

1 – Coutinho

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

O caso que mais chama a atenção é o de Philippe Coutinho. O meia brasileiro foi comprado por 145 milhões de euros e nunca rendeu na Catalunha. O clube blaugrana emprestou o jogador para o Bayern de Munique, que dificilmente irá comprá-lo. O time procura novos destinos para o jogador.

2 – Todibo

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

O zagueiro dificilmente será comprado pelo Schalke por 25 milhões de euros (valor da cláusula). O Barcelona também não pretende utilizá-lo no elenco principal, mas quem sabe usá-lo como troca em uma futura negociação por Lautaro ou Neymar, além da compensação financeira.

3 – Rafinha

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

O jogador não está nos planos da diretoria catalão. Seu desempenho no Celta Vigo é de agrado do clube, que cogita comprá-lo. A Inter de Milão também surge como interessada.

4 – Wagué

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

O jogador muito provavelmente será devolvido. Nice, a equipe a qual está emprestado, dificilmente pagará os 10 milhões de euros da cláusula para obtê-lo em definitivo.

5 – Cucurella

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

Para comprar o jogador definitivamente, o Getafe precisa desembolsar seis milhões de euros. É bem possível que o clube pague este valor, mas a crise financeira por conta do coronavírus deixou a negociação muito incerta.

6 – Aleñá

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

Sua volta não é vista com maus olhos, mas qualquer proposta também é bem-vinda. Vale lembrar que o clube pretende poupar recursos para trazer Neymar.

7 – Oriol Busquets

img
Créditos da foto: Instagram oficial do atleta

O meia vem se destacando no campeonato holandês pelo Twente, mas é improvável que volte a jogar no Barcelona. A venda do atleta seria a melhor solução. O jogador não é parente de Sergio Busquets.

Tags

Em destaque